terça-feira, 9 de dezembro de 2008

YES, WE CAN

Agora não tem mais jeito!
Até o Obama já assumiu que estamos todos em crise. Não dá mais
prá esconder, varrer prá debaixo do tapete, assobiar musiquinha, chamar de marolinha, pôr chapéu com sobretudo e jornal na cara num sol desses (ou numa enchente dessas) ...
Todas as alternativas acima já foram testadas cientificamente -
prá quem gosta dessas coisas de sair provando pro mundo - e (re)provadas no teste de eficácia da estratégia.
Não dá
prá fingir que o copo está inteiro. Ou dele escorre a água, ou você racha a boca.
Por um lado dá até um certo alívio de saber que os
States estão assumindo a crise com força total. Assim a gente não precisa disfarçar tanto por aqui. Afinal, ouvi a vida inteira por aí que "O que é bom para a América, é bom para o Brasil." Deve servir prá alguma coisa essa frase.
Quanto à crise
econômica no Brasil, acho que nem é tão difícil resolver. É só ver a conta mais alta que a gente paga e desempregar todo mundo que faz parte dela. Ou seja: desemprego pros políticos já!
Já as outras... Ah, as outras... Essas primeiro têm que aparecer
prá gente depois destrinchar feito frango de padaria. E só assim desatar os nós.
Não conheço época do ano mais propícia à avalanche do que a que antecede o natal - uma amiga chama de
TPN (tensão pré-natal). É incrível como fica todo mundo muito chateado de não ter uma família como as das propagandas de margarina. E levam isso a ferro e fogo, esquecendo até mesmo o gosto terrível que só as margarinas têm. Ou seja: TUDO ali é de mentirinha.
Só que o mais difícil de tudo é afirmar como fez O eleito que tá tudo ruindo, sim. Que agora é a hora de tomar uma atitude. De rever o que incomoda. De levantar o colchão
prá tirar aquela ervilha que entorta a coluna e causa dor a cada passo.
Agora que ele já fez o serviço sujo, você , rei nu, faz o que com essa informação?
Postar um comentário